quarta-feira, 28 de maio de 2014

Vida-game

Foi assim: uma amiga reclamando que vivia irritada, que a vontade dela era espancar as pessoas. Sem motivo. Eu me identifico, gente, porque consigo perder a paciência com o ser mais puro e bonzinho do mundo. Agora imaginem a sensação com quem me irrita de propósito. Instintos assassinos.
Daí que eu comecei a falar pra ela:
"  vc precisa ter mais perspectiva sobre a sua vida
vc tá muito mergulhada nesses seus problemas cotidianos
MBA, trabalho, hômi, falta de grana
e aí vc vive isso, isso te consome e vc não consegue pensar em mais nada
na sua vidano que vc quer, o que vc deseja, seus sonhos, suas aspirações, sobre quem é você
seus amigos, pô
a gente precisa se ver, cara
a vida da gente virou um video game em que o próximo passo é passar de fase"

Ela falou: amiga, que bonito isso. Video game. Hahahaha, cagamos de rir. Video fucking game.
Eu falei do fundo do coração, gente. Acho a analogia super válida, mas foi engraçado na hora e etc.



Mas eu acho isso mesmo e continuo pensando.
Quando é que a gente vai sair dessa, gente? Todos nós, eu digo.

Um comentário:

  1. hahaha mas é um video game. O problema é que só tem uma vida. ;p

    ResponderExcluir